Taccone - Vamos Cuidar da Sua Marca

Menu

Marketing político, porquê evitamos?

Marketing político, porquê evitamos?

Em ano eleitoral, o Brasil se transforma numa enorme batalha de vozes tentando ser ouvidas e contempladas. Vencerá, não aquele que tiver o melhor argumento, mas sim, quem falar mais alto!

Como profissionais que lidam com comunicação, a tentação é quase impossível de ignorar.  Trata-se de um imenso campo onde os ganhos são fáceis, rápidos e volumosos, mas… Algo se perde no caminho, e esse algo é aquilo que há de mais precioso para o bom funcionamento de uma agência: Imparcialidade!

Muitas vezes, o público imagina que o recente advento das discussões sociais e equivalentes no meio publicitário é uma inclinação à esquerda ou à direita dela, no entanto, com boa interpretação é possível entender que nem um, nem outro, discussões sociais são envolvem a sociedade e suas realidades diárias sem precisar ser enquadradas em ideologias ou inclinações políticas pra isso. Enxergar realidades, não se configura como opção.

O meio político, por outro lado, arrebanha outros ideais com os quais um bom publicitário não deve envolver-se, por mais que seja tentador. Quando afirmamos isso, não limitamos o trabalho de nenhum colega de profissão, pois entendemos que existem aqueles que se especializam nesse tipo de marketing. Até mesmo agências inteiras!

A TACCONE porém, prefere abster-se desse tipo de questão, não por ser menos digna do nosso trabalho, mas porque acreditamos com todas as forças na liberdade interpretativa dos nossos clientes e do nosso público! Não trabalhamos com o meio político, porque preferimos nos voltar para as individualidades de quem nos consome.

Seja quando o cliente de nosso cliente contempla nosso trabalho pronto, ou quando nossos clientes se alegram com um serviço bem feito e adequado à visão de negócios que nutriam.

Para nós, pessoas importam mais que ideias!

Gostou do nosso artigo? Temos vários outros pra você conhecer aqui na página! Não se esqueça de nos seguir pelo Facebook e Instagram!

error: