Taccone - Vamos Cuidar da Sua Marca

Menu

Capitã Marvel, a heroína que representa heroínas

Capitã Marvel, a heroína que representa heroínas

Estreando no dia 7 de Março de 2019, a maior esperança do MCU, (Universo cinematográfico Marvel.) heroína mais poderosa da franquia e o terror de Thanos são alguns dos adjetivos que cinéfilos de todo o mundo deram para o filme da capitã, que admitindo sem timidez, é uma das nossas grandes esperanças para o futuro dos Vingadores.

O surgimento de seus poderes cósmicos, é o resultado da sua posição acidental na guerra intergaláctica entre Skrulls e Krees, duas raças alienígenas que disputam a Terra como ponto estratégico.

Porém, viemos não para falar sobre os outros heróis do universo Marvel, mas sobre como a história de uma piloto da força aérea americana que se transforma no ser mais poderoso do universo, se torna a inspiração de milhões de mulheres num dia como hoje.

Carol Danvers veio dos clássicos anos 90, uma jovem adulta com Guns’n Roses, Nirvana e Garbage no currículo, além de um jeito debochado sem parecer caricato.

Seu filme não hesita em mostrar as dificuldades com base em gênero dos anos 90. Dificuldades essas, que se assemelham muito com as atuais. Nossa heroína tem os poderes de uma estrela, mas ainda precisa se esquivar ou rebater piadinhas machistas ao longo da história. Semelhante ao cotidiano de milhões de mulheres, que apesar da jornada para conquistar espaço e ascender, ainda precisam lidar com sistemas de opressão baseadas em gênero, algo que além de desanimador, é retrógrado e inadmissível.

Ao longo do filme, conheceremos uma Carol diferente do modelo millenial de super herói. A direção tomou o cuidado de moldar o psicológico da heroína para mostrar a típica adulta dos anos 90: Mais preocupada com resultados, que com dilemas internos.

Isso explica porquê a capitã não exagera no humor, mas mantém uma versão ácida dele, e deixa instruções para ser chamada por Nick Fury apenas em casos extremos.

Ela é o poço de solidez que a Marvel aguardava para lançar. Diferente da resiliência artificial e espiã de Natasha Romanoff, Carol traz uma personalidade original e a extensão mental de uma pessoa capaz de receber e controlar os maiores poderes do universo.

Nesse dia 8 de Março, a estréia recente da capitã Marvel é uma homenagem discreta da Marvel a força das mulheres, que assim como a capitã Marvel, fazem o impossível todos os dias: Sobreviver em um mundo que as desconsidera.

Esse foi o nosso artigo. Gostou dele? Temos muitos outros aqui pelo site, mas antes de ir, não se esqueça de nos seguir pelo Facebook e Instagram!

error: