Taccone - Vamos Cuidar da Sua Marca

Menu

Boneca Russa, sem reinventar a roda

Boneca Russa, sem reinventar a roda

No meio empresarial a inovação é um valor muito importante. Porém, às vezes é preciso dar mais crédito às ideias antigas.

A série da Boneca Russa é um ótimo exemplo disso. Criada por Natasha Lyonne, Amy Poehler e Leslye Headland, a produção utiliza um velho clichê de filmes como Feitiço do Tempo e incontáveis episódios de seriados americanos de uma forma que em nada parece inadequada para o público atual.

Boneca Russa conta a história de Nadia, interpretada por Natasha Lyonne, que é uma mulher atormentada por uma infância problemática e uma relação difícil com a mãe. A personagem acaba sendo atropelada na noite do seu aniversário e se descobre presa em um ciclo de mortes e retornos.

Apesar desse velho clichê no qual um personagem precisa aprender uma lição de vida e passa a reviver o mesmo dia repetidas vezes, a série inova pelo tom inusitado. Ela é, ao mesmo tempo, uma comédia e um romance, além de ter elementos de filmes de horror. Tudo isso, aliado ao senso de humor irônico e sarcástico da personagem principal, é mais do que suficiente para manter o público atual entretido.

Por isso a série é exemplar no sentido de mostrar como algo antigo, se bem trabalhado, pode ainda ter o seu valor. A inovação pode ser encontrada não apenas em ideias completamente novas, mas também na forma como apresentamos algo antigo.

A inspiração que leva a essa criatividade, no entanto, não aparece do nada. É preciso estar sempre em contato com ideias. Então, aproveite que está aqui para curtir nossa página no Facebook e nos seguir no Instagram. Assim você não perderá nenhum de nossos artigos sobre séries, músicas e filmes inspiradores!

error: